A colecionadora que existe em mim, ou não

Sempre admirei as pessoas que colecionam alguma coisa. Elas têm um que de excentricidade. Algo que marca suas personalidades. Você as vê chegando e pensa: lá vem o cara dos óculos, a menina das borboletas, o tio das motos…

Eu acho que nunca fui muito boa nisso.

Quando criança, tinha coleções de papéis de carta e de adesivos. As minhas chegaram a ter sócias: minhas duas irmãs. Era um tal de junta e separa de acordo com as brigas e ânimos. Onde foram parar essas coleções? Abandonadas numa gaveta e depois doadas ao acaso.

E os álbuns de figurinhas? Amar é. Os Fofinhos. Campeonato Brasileiro. Nunca completei um.

Bonecos de Kinder Ovo. Tartarugas. Leões. Hipotámos. Também tentei, em vão.

Tá, talvez não tenham sido coleções muito originais. Será que faltou um interesse genuíno?

Vamos avançar alguns anos então.

Nas minhas últimas viagens, trouxe sempre uma lembrança de cada lugar. A maioria chaveiros.  Tenho dinheiro de alguns países também. O que fazer com tudo isso?

De uns anos pra cá, tenho ‘guardado’ mandalas. Adoro suas formas e cores. Mas, vale colecionar através de fotos? E pelo Pinterest?

E a paixão pela cor verde. Roupas, acessórios e objetos. Só que essas coisas não estão em estantes organizadas, nem serão guardadas indetermindamente.

Será que eu sou pouco compulsiva ou desapegada demais para colecionar?

Mas, afinal, o que define um bom colecionador? O impulso incontrolável por ter sempre mais? A forma sistemática como organiza suas peças? Existe um número mínimo de itens para uma coleção? Uma coleção acaba quando termina?

Anúncios
Etiquetado , , ,

6 pensamentos sobre “A colecionadora que existe em mim, ou não

  1. Tb nunca consegui colecionar nada. Comecei com papel de carta, depois de fotos de ator que eu gostava. Hj estao hj? nao faco a menor ideia. Acho que dei para minhas primas menores. Hoje sinto que coleciono algo mais que material, algo do ver, do observar. Acho que coleciono viagens. Será que isso vale?
    Adorei o post Dani!!!

    ps.: colecionar mandala em fotos vale :)

  2. Dani Brandão disse:

    Depois eu vi uma frase que diz:
    “Collect moments, not things.”
    Pensando por esse lado, viagens, conversas com os amigos e paisagens valem mais que mil coisas.

    bjos

  3. Reinaldo Teixeira disse:

    Colecionar realmente difere as pessoas. Às vezes toma o sentido pejorativo da excentricidade, que, no meu entendimento, é quando a pessoa dá mais valor aos seus objetos do que às pessoas ou à própria vida. Os casos patológicos, como a “Síndrome de Diógenes” (onde a pessoa se torna um acumulador; guardando tantos objetos que começa a afetar sua vida social e a higiene de sua residência).

    O lado bom de colecionar é aquele de querer materializar lembranças, expôr uma paixão, simbolizar uma vitória ou destinar uma parte do tempo para uma atividade prazerosa que descanse ou aguce a curiosidade.

    Eu já colecionei copos da Pepsi com desenhos dos Thundercats e dos Trapalhões, Ioiôs da Coca Cola, bolinhas de gude e os álbuns de figurinhas: dos Changemans/Jaspion, de uma enciclopédia, da 4 Rodas e os de futebol. Na adolescência passei a colecionar posters sobre futebol, latas de cervejas e refrigerantes, revistas Placar e camisas de futebol. Sendo que a única coleção que mantenho é a de camisas de futebol.Algumas dessas coleções acabaram por descaso e outras por desmotivação.

    Percebi recentemente, que mesmo de maneira inconsciente, eu colecionava diversos objetos que poderiamos considerar lixo. Aos poucos, tenho dado o seu merecido destino: a reciclagem (quando possível).

    Tenho minhas camisas de times, as quais não me privo de usa-las, pois deixa-las em casa, guardadas, seria muito excêntrico rsss… prefiro deixa-las desgastarem, envelhecerem. Que cada camisa seja referência de momentos vividos e não só uma lembrança limitada do motivo de sua compra.

    Foi só tudo isso…

    Bom resto de semana,
    Um grande carnaval,
    Abraço pr’ocê, Dani!

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: