Mãe

Sem aviso, eu fui chegando.
Me aninhando no seu ventre.
Te chamando de casa.

Sem pedir licença, eu fui crescendo.
Transformando o seu corpo.
Te fazendo minha.

Sem dizer tchau, eu fui saindo.
Conhecendo a luz, as cores, os sons.
Te embalando nos meus sonhos.

Sem marcar hora, eu fui andando.
Enxergando novos horizontes.
Te tendo como espelho.

Sem esperar, eu fui voando.
Dando asas à saudade.
Te levando na bagagem.

Agradecida, eu fui seguindo.
Aprendendo cada vez mais.
Te amando sempre.

Anúncios
Etiquetado

2 pensamentos sobre “Mãe

  1. Maria Beatriz disse:

    Lindo Dani! Versos singelos que você conseguiu expor sus sentimento, espera prá vê quando você for mãe, agente consegue ser uma filha ainda melhor. E por falara nisso, tem tempo que não temos baby na família, estamos aguardando, rs…

    Beijos,
    Tia Bê.

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: