Arquivo da tag: #tempo

Transformação

Tempo

Às vezes, só o tempo nos permite passar por certas coisas, nos transformar e ver que vale a pena continuar.

Anúncios
Etiquetado ,

De volta pro presente

Se tem uma coisa que me faz querer parar tudo, é essa mania que as pessoas têm de querer adiantar o tempo.

Me corrijam se eu estiver errada, por favor. Estamos no mês maio de 2012, outono no hemisfério sul. Certo?
Mas as empresas já lançam seus produtos modelo 2013.

Junho, julho, agosto, setembro, outubro, novembro, dezembro. 7 meses. O que serão feitos deles?

E o que será do ano novo? Coitado, já nascerá condenado a ser ultrapassado.

Que ânsia é essa de querer viver sempre à frente?

Obsolescência programada. Na escola, aprendi que esse era um recurso para tentar encurtar a vida útil dos produtos. Hoje, percebo que não é só a deles.

 

Gostou? Deixe seu comentário.
Já curtiu a página do Facebook: aqui.

Etiquetado , , ,

O branco que fica entre um ano e outro

Eu terminei 2011 refletindo sobre o porquê de se contar o tempo. E percebi que, apesar da sensação de progressão que ela cria ser ilusória, ela tem as suas vantagens. Uma delas é a ideia da recarga diária. A outra é a de nos oferecer pequenos pauses. Como o que a gente chama de Réveillon.

Os segundos continuam passando na mesma velocidade (pelo menos para os relógios) em 2012. Mas a possibilidade de ter “parado” um pouco pode ter mudado algo em nós. Celebrar que fizemos de bom.  Aprender com os erros. Deixar para trás as mágoas. Traçar novos planos. Essas ações, e apenas elas, são capazes de despertar o novo em nossas vidas. Esse é o sentido do acordar, do verbo “réveiller” em francês, para o ano novo.

Bom dia, 2012!

Etiquetado , ,

Recarga diária

Segundos. Minutos. Horas. Dias. Semanas. Meses. Anos…

Por que contar o tempo? Será uma tentativa de padronizar algo que é tão relativo?

Uma hora dançando com os amigos. Uma hora na salinha de espera do consultório médico. Uma hora para fazer um teste muito díficil. Uma hora é sempre uma hora?

Será que a contagem linear do tempo é uma forma de criar uma ideia (muitas vezes ilusória) de progressão? De que estamos sempre evoluindo?

E quando o giro dos ponteiros não corresponde às transformações na vida. Tudo não era mais fácil quando, junto com os anos, você também não mudava de série?

Qual o próximo passo: casar, ter filhos? E depois disso, o que virá?

Mas o tempo não para. Ele bem que tenta dar umas pausas. (Experimente esperar a água ferver ao lado do fogão.)

Mas, mais cedo ou mais tarde, lá está ele de volta, na ativa. Às vezes, até parece que pega um impulso e retorna ainda mais rápido.

Mais um dia que acaba. Mais um mês que concluímos. Mais um ano que vai chegando ao fim… Fim!

Fim de quê? O que vai mudar do dia trinta e um de dezembro para o dia primeiro de dezembro?

Talvez tudo continue igual.

Ou, quem sabe, você pode descobrir que ganhou na loteria? E posso afirmar, com certeza, que você vai ganhar. Pode até não perceber, mas vai ganhar. São 86 mil e 400 ($egundos) na sua conta todos os dias! Tá aí, gostei dessa utilidade de se contar o tempo!

Esse é o poder do tempo de rechear a vida com milhares de possibilidades. A cada dia um novo dia.

Que venha 2012!

Etiquetado , ,